Saída de Emergência

Adalberto viajava a negócios. Madalena e seu filho Matheus, de 9 anos, passariam o ano novo com a família. Bruno e Luiza eram namorados, faziam sua primeira viagem juntos e ele planejava pedi-la em casamento escrevendo “LUIZA, CASA COMIGO” na areia da praia. Pedro, Jonas e Gabi estavam voltando para casa depois de um semestre de estudos. Abel faria uma conexão, depois seguiria para Porto Alegre.

– Aeromoça! Pode trazer uma água sem gás por favor?

Gilson estava com a boca seca. Era a primeira vez que viajava de avião. Teria ido de ônibus se pudesse, mas o estado de sua mãe exigia urgência. Atrás dele, Fátima e Agapito estavam sem se falar, ele esquecera o aniversário de casamento.

– Sua água, senhor.

– Obrigado.

Mais à frente, Rafael escutava heavy metal no último volume. Mariana, ao lado dele, estava incomodada com a chiadeira dos fones de ouvido, encarava-o com um olhar fulminante enquanto ele batia com a palma da mão no joelho. Jorge era obeso e precisou comprar dois lugares. O Dr. Rodrigues de Noronha fazia palavras cruzadas.

Por favor, senhores passageiros, apertem seus cintos. Daremos início ao procedimento de pouso…. Dear passengers, rofff raushhh fooofff rofff…

CLIK! CLIC! CLICK! CLIK!

– Senhor, o cinto!

CLICK!

– Obrigada!

A aeronave começou sua trajetória descendente. Gilson suava frio. Lurdes e Cidinha, duas irmãs, dormiam pesadamente. Margareth, uma das comissárias de voo, afivelava o seu cinto de segurança em forma de xis. Arlene lia Stephen King e João derramou um pouco de Fanta na calça.

Era noite. As nuvens e a chuva dificultavam a visão, mas já era possível ver as luzes da cidade. Um raio caiu lá longe. Jorge engoliu um amendoim japonês, Mariana deu uma cotovelada em Rafael, Madalena segurou a mão de Matheus, o Dr. Rodrigues de Noronha finalmente descobriu qual era a palavra de 9 letras que começava com D e terminava com RO.  O trem de pouso travou…

TRAVOU!

39a990a2b3f961048dd233c0e8dd41cc

Agora o avião inicia uma trajetória ascendente. Aquele ar de estranhamento. Silêncio. Rafael tira os fones de ouvido e olha pela janela. Percebe que a pista de pouso fica cada vez mais longe, mas não comenta nada com Mariana. Madalena aperta a mão de Matheus e Jorge enche a boca de amendoins. Bruno cogita pedir Luiza em casamento ali mesmo, Fátima faz as pazes com Agapito. A tensão agora é visível. Apenas Margareth, a comissária de voo, parece tranquila.

– Senhoras e senhores, tivemos que arremeter devido a problemas técnicos. Retomaremos o procedimento de aterrissagem assim que possível. Ladies and gentlemen raughhh rooorrr raunnnff…

Começa um burburinho. Gilson está mais suado que virilha de corredor nigeriano na São Silvestre. As luzes se apagam por uma fração de segundos. Aumenta o burburinho. De repente, um solavanco. Uns gritos aqui e ali. Até mesmo Margareth está tensa agora. Alguém diz que é pane elétrica. Outro discorda. As luzes se apagam.

– Não falei que era pane elétrica?

Os minutos viram uma eternidade. Dois ateus se convertem ao cristianismo, outro vira agnóstico para não dar o braço a torcer. É possível ouvir alguém chorando baixinho.

– Senhores passageiros, é só uma turbulência – brada Margareth, enquanto aperta os braços da poltrona.

As luzes se acendem e tudo parece voltar ao normal. O comandante anuncia que a aterrissagem ocorrerá normalmente. Alguém faz uma piadinha para quebrar o gelo, outros agradecem a Deus, Jorge abre um pacote de batata frita.

O avião aterrissa em segurança. Depois do susto, todos estão radiantes e aliviados, menos o Givanildo, que nas últimas semanas estava cagando sangue e devia mais de vinte mil para um agiota.

Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s